Skip to content

Como Aumentar a Libido Feminina: Suplementos

A diminuição na libido preocupa muitas mulheres, no entanto, é algo comum que acontece devido a fatores associadas à rotina e problemas emocionais, porém há como aumentar a libido feminina apenas na alimentação.

Recuperar o desejo sexual é algo que pode ser realizado através de tratamento com produtos naturais, de acordo com especialistas e pesquisadores do tema.

Conheça as 4 melhores ervas e suplementos para aumentar naturalmente o desejo sexual feminino.

Ervas e suplementos para Aumentar a Libido Feminina

Alguns dos ingredientes utilizados em suplementos para aumentar o desejo sexual são encontrados como estimulante em alimentos naturais, por esse motivo, é importante ter uma dieta equilibrada e hábitos saudáveis, uma vez que os mesmos influenciam na libido e desempenho sexual.

A libido sexual pode ser recuperada sem cuidados médicos, pois existem ervas naturais e suplementos que ajudam a resolver o problema. Geralmente esses ingredientes são utilizados em suplementos conhecidos, como por exemplo o tesão de vaca.

como aumentar a libido feminina

Confiram a seguir quais as ervas e suplementos que aumentam a libido sexual feminina:

Maca Peruana

Esta planta é nativa dos Andes Centrais do Peru e tem sido usada na América do Sul há anos para melhorar a fertilidade.

Existem evidências de que cerca de 3 mg por dia melhoram a libido sexual e podem ser especificamente úteis para quem toma antidepressivos.

Trevo Vermelho

Esta é uma planta rica em isoflavonas, um tipo de fitoestrogênio (também conhecido como estrogênio da planta).

Um estudo descobriu que mulheres na pós-menopausa que tomaram 80 mg de isoflavonas do trevo vermelho por 90 dias melhoraram não apenas a libido, mas também o humor, o sono e a energia.

Ginseng vermelho coreano

Houve alguns pequenos estudos sobre esta erva que mostram que ela melhora o desejo sexual em mulheres na dose de 3.000 mg por dia.

Tribulus Terrestris

Esta planta é originária da medicina ayurvédica e foi estudada em mulheres na pós-menopausa e em idade reprodutiva com libido sexual diminuída.

Uma dose de 7,5 mg por dia de extrato em mulheres na pré-menopausa e 750 mg / dia (em forma de comprimido) em mulheres na menopausa os beneficiou em relação a muitos aspectos da disfunção sexual, incluindo desejo e lubrificação.

Ambas as ervas podem ser encontradas como suplementos ou ingredientes do mesmo, e como folhas para infusões.